Motorola Spice Key: um simpático Android para quem gosta de teclar

Com tela de 2.8", Android 2.3.3 e teclado QWERTY, aparelho é voltado a quem valoriza um teclado físico e pode sair por apenas R$ 99 com um plano de operadora.

Com teclado QWERTY completo , o Spice Key é o mais novo smartphone básico Android a desembarcar no mercado nacional. Nesse modelo, a Motorola aposta em um formato com tela bem maior que o teclado e com botões sensíveis ao toque. Apesar do nome, o Spice Key não lembra muito o também básico Spice, que também tinha um teclado QWERTY, mas em formato deslizante. Ele na verdade parece ser um sucessor do "quadradão" MB520.

spicekey-1.jpg
Motorola Spice Key

Equipado com Android 2.3.3, ele pesa 110g e tem todos os recursos de um smartphone dessa categoria: Wi-Fi, 3G, Bluetooth, GPS, rádio FM, acelerômetro e até 32 GB de armazenamento por meio de cartões MicroSD.
Design
O Spice Key tem um design curvo bem confortável. A tela de 2,8 polegadas sensível ao toque é bem maior do que o teclado, e é isso que distingue o Spice Key de outros aparelhos com design similar. Para o tamanho, a resolução não é muito alta: 240x320 pixels, mas é suficiente para ler textos ou assistir vídeos. Também há suporte para gestos multitoque, como "zoom com pinça" em fotos ou páginas da web.
spicekey-4.jpg
Design: tela grande e teclado compacto

Logo abaixo da tela estão posicionados os quatro botões Android tradicionais: Menu, Home, Voltar e Pesquisar. O grande problema deste design é que esses botões são sensíveis ao toque e ficam muito próximos da tela - na hora de rolar algum texto, menu ou imagem é muito comum esbarrar no botão e voltar para a tela de início ou iniciar outra ação sem querer, algo que pode ser um incômodo.
O teclado QWERTY é bem compacto, mas nem por isso as teclas são menores do que a média do mercado. Na verdade, elas contam com um relevo inteligente que separa os dois lados do teclado e dá uma precisão extra na hora de digitar com os dedões. No começo é um pouco difícil se adaptar, mas depois de um tempo de uso esse design se mostra eficiente. Por outro lado, como o teclado fica posicionado muito na base do smartphone, você provavelmente vai sentir dores nos polegares se ficar digitando textos muito longos.
spicekey-2.jpg
Repare no relevo e na proximidade das teclas Android em relação à tela

A saída para fones de ouvido acompanha o botão de força na parte superior do aparelho. Em um dos lados fica o conector USB; do outro lado ficam os botões de volume e algo que está ficando raro nos smartphones de hoje: um botão para a câmera.

Multimídia
Apesar da baixa resolução, as fotos tiradas com a câmera de 3 megapixels ficam boas em locais com iluminação natural. Em ambientes fechados ou locais com pouca luz, por outro lado, a temperatura da cor fica um pouco mais baixa do que deveria ser, ou seja, espere fotos azuladas. Essa mesma câmera também grava vídeos em definição padrão (640 x 480 pixels, resolução também conhecida como 480p ou "VGA").

img_20110908_162630.jpg img_20110922_132430.jpg
Fotos tiradas com o Spice Key. Clique para ampliar

O aplicativo de galeria é rápido e responde bem aos toques. Somando isso com o tamanho da tela e o "zoom de pinça", o resultado é uma experiência bem agradável na hora de visualizar fotos. Também fizemos um teste com um vídeo em alta definição (720p) convertido para MP4 (H.264) e o Spice Key rodou sem nem engasgar no player nativo. Uma grata surpresa.

Software
Com Android 2.3.3, também conhecido como Gingerbread, o Spice Key tem acesso aos milhões de aplicativos do Android Market. A interface de usuário é a "Moto Switch UI": uma tela de início tradicional que pode ser personalizada com widgets e atalhos e uma dock estilo iPhone com o menu de aplicativos e três outros atalhos que podem ser personalizados.

Há pouco software pré-instalado. Por exemplo, não há nenhum aplicativo de escritório, como o Quickoffice, nem sequer um visualizador de documentos do Microsoft Office (embora ele possa ser baixado gratuitamente no Android Market). Se você gosta de jogos, irá se divertir com o Spice Key: jogos básicos como Angry Birds e Fuit Ninja funcionam muito bem no aparelho. 
Bateria
Em nossos testes, a bateria do Spice Key não deixou a desejar e aguentou bem um dia. Tiramos ele da tomada às 9h e assistimos a uma hora de vídeo com brilho da tela no máximo, utilizamos uma hora de internet Wi-Fi, 20 minutos de ligações, 30 minutos de internet 3G, 20 minutos de jogos e 40 minutos apenas digitando texto, além de tirar algumas fotos.
Ao fim do dia, por volta das 23h30 surgiu na tela uma notificação indicando 15% de bateria. Isso quer dizer que, com um uso mais moderado dos recursos, ele aguentaria dois dias de uso.

Conclusão
Como um  smartphone Android básico de baixo custo, o Spice Key é bem balanceado e não deixa a desejar. Ele é definitivamente atraente para quem não gosta de teclados virtuais e prefere um teclado físico QWERTY ou para quem gosta de trabalhar com textos no smartphone.

Atualmente o Spice Key é comercializado pela operadora Claro, e sai por R$99 reais no plano "Sob Medida 130".

Spice Key
Fabricante: Motorola
Pontos fortes:

Teclado QWERTY completo
Tela multitoque de 2,8 polegadas
É rápido e responde bem aos comandos


Pontos fracos: Por causa da posição, é muito comum pressionar um dos botões Android por acidente ao deslizar o dedo sobre a tela.

Preço:
R$99 reais na Claro com o plano "Sob Medida 130"
Motorola Spice Key: um simpático Android para quem gosta de teclar Motorola Spice Key: um simpático Android para quem gosta de teclar Reviewed by Jeremias on 9/26/2011 10:21:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.